o nome deste blog era VIAJANDO PELO MUNDO, mas fiz tantas postagens sobre comidas e restaurantes que resolvi mudar o nome, se vc frequenta este blog , as informações sobre viagens esta no blog www.tambemqueroir.blogspot.com

o nome www.remacaroca.blogspot.com, surgiu entre amigos.........vamos fazer um blog sobre nossa futura viagem, ja que um mora no rio de janeiro, outro em recife, outro na italia e outra na irlanda ficou as iniciais, por idade, do mais velho ao mais jovem RE gina MA riza CA cau,ROsalvo CAmila.....
agora nao dá para mudar, ou melhor, eu nao sei fazer isso rsrsrsr.....................
Errar é humano. Vadiar é parisiense.

Victor Hugo

2 de jan de 2011

ROTEIRO PARA TOSCANA


Ficar
Se pretende ficar bastante tempo na cidade, faça como a autora da reportagem - ela alugou um apartamento por um mês ao custo de € 890 no site Vacation Rentals by Owner (vrbo.com); o site Lodgis (lodgis.com) tem o mesmo serviço. O hotel Axial (Via dei Calzaiuoli, 11, 055/218-984,hotelaxial.it; diárias desde € 115; Cc: A, M, V) está entre o Duomo a Piazza della Signoria. O Johlea (Via San Gallo, 76, 055/463-3292; diárias desde € 90; Cc: M, V) é um bed & breakfast charmoso com móveis de época. Quase grudado à estação de trem está o Cosimo de' Medici (Largo Fratelli Alinari, 15, 055/211-066; cosimodemedici.com; diárias desde € 120; Cc: todos). Você também pode alugar uma propriedade rural.Pertencente a uma brasileira, aPodere Falseto (casanatoscana.com.br; Cc: M, V) tem um casarão do século 15 para até 13 pessoas (€ 4 470 a semana), uma casa menor para cinco (€ 1 360 a semana) e um chalé duplo (€ 110 adiária, mínimo de três). A Rent Tuscany (renttuscany.com) também aluga casas rurais desde € 500 a semana.
Comer
Trattoria Ponte Vecchio (Lungarno Archibusieri, 8R, 055/292-289; Cc: todos) é supervisionada pelos simpáticos irmãos Salvattore e Giovanni e fica entre a
Galeria Uffi zzi e a Ponte Vecchio. O Del Fagioli (Corso Tintori, 47R, 055/244-285; Cc: A, V) ganhou fama pela imensa e tradicional bisteca fiorentina. Para a happy hour, a pedida é o Moyo (Via dei Benci, 23, 055/247-9738; Cc: todos), que também tem bufê. Para uma refeição nababesca, fique com a Enoteca Pinchiorri (Via Ghibelina, 87, 055/242-757, enotecapinchiorri.com; Cc: todos) que ostenta três estrelas pelo Guia Michelin. Uma simples portinha entre o Duomo e a Piazza della Signoria guarda a sorveteria Perche' no! (Via dei Tavolini, 19R, 055/239-8969). Se a ideia for comprar ingredientes e cozinhar, o Mercato Centrale (Via dell'Ariento, 055/214-070) é o melhor lugar.
Passear
A atração mais famosa é a catedral, o Duomo (Piazza del Duomo, 055/230-2885; 2ª/4ª e 6a 10h/17h, sáb 10h/16h45, dom 13h30/16h45). Vale a pena pagar os € 8 para conhecer a cúpula projetada por Brunelleschi. A Basílica de Santa Croce (Piazza Santa Croce, 16, 055/246-6105; 2ª/sáb 9h30/17h30, dom 13h/17h30; € 5) abriga capelas e um museu onde estão os restos mortais de Michelangelo, Maquiavel e Galileu. O mais importante acervo de pinturas renascentistas do mundo fica na Galleria degli Uffizi (Piazzale degli Uffizzi, 6, 055/238-8651; 3ª/dom 8h15/18h50; € 6,50) que exibe obras-primas de Giotto, Michelangelo, Rafael, Ticiano e Botticelli. Quase tão famosa quanto é a Galleria dell'Accademia (Via Ricasoli, 58/60, 055/238-8612,firenzemusei.it/academia; 3ª/dom 8h15/18h50; € 6,50), que guarda o Davi de Michelangelo. O maior museu a céu aberto é a Piazza della Signoria, que abriga o imponente Palazzo Vecchio e célebres esculturas do Renascimento (algumas são cópias). Perto dali, a Ponte Vecchio, de 1345, é ocupada por joalherias; atravessando-a, siga até a Piazzale Michelangelo, no alto de uma colina para curtir a vista.


Nenhum comentário:

Postar um comentário